SINDICATO  DOS  GUARDAS  CIVIS  METROPOLITANOS  DE  SÃO  PAULO
Seja bem vindo(a) - Hoje é quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Últimas Notícias
Governo - 01/06/2017 00:00:00

REUNIÃO DO SINP - MESA CENTRAL DE NEGOCIAÇÃO

Na tarde desta quarta-feira (31/05), a Diretoria do Sindguardas-SP participou da reunião com o governo e outras entidades sindicais na Mesa Central de Negociação, do Sistema de Negociação Permanente - SINP.

Esta mesa de negociação é de interesse de todos os trabalhadores da Prefeitura de São Paulo, pois reúne por parte dos trabalhadores os diversos Sindicatos, e, por parte do governo, a Secretaria de Gestão, a Secretaria de Governo Municipal e a Secretaria da Fazenda.

Na pauta estavam as revindicações por valorização salarial e de condições de trabalho de todas as categorias. Representando os trabalhadores da Guarda Civil Metropolitana, o Sindguardas-SP defendeu os índices apresentados na Pauta de Reivindicações da Categoria GCM de 2017. 

O Governo fez uma apresentação de finanças e orçamento da Prefeitura e afirmou que não tem condições de dar reajuste geral para os trabalhadores no ano de 2017, portanto aplicaria mais uma vez o já tão conhecido 0,01%. 

As entidades sindicais reivindicaram reajuste nos benefícios recebidos pelos trabalhadores da municipalidade, de forma que auxílio refeição seja corrigido para R$ 28,00 cada unidade e o vale-alimentação seja corrigido para R$ 400,00. O Governo propôs reajuste de 7,42% nos dois benefícios, mas esta proposta não fora aceita pelas entidades sindicais, uma vez que o auxílio refeição ficaria em pouco mais de R$ 18,00 cada unidade e o vale-alimentação ficaria em cerca de R$ 345,00.

Diante da recusa das entidades sindicais, o Governo propôs estudar um reajuste maior para os benefícios e trazer uma resposta na próxima reunião de negociação, agendada para o dia 08/06.

As entidades sindicais reivindicaram alteração na Lei 13.303/02 (Lei Salarial) e o governo concordou em discutir esta alteração. A proposta do Sindguardas-SP é que se amplie a margem de receita utilizada na folha de pagamento dos servidores, de forma que seria possível estabelecer uma política de valorização salarial contínua. Além deste aumento de margem, a solução passa também por remover os benefícios como auxlílio refeição e auxílio transporte do cálculo da folha de pagamento, passando para outra rubrica qualquer, permitindo, desta forma, sobrar maior margem para reajustes nos salários.

Na quinta-feira (01/06), a Diretoria do Sindguardas-SP se reunirá com a Secretaria Municipal de Segurança Urbana, para tratar das pautas que podem ser resolvidas nesta instância, como Seguro de Vida, Prêmio de Desempenho etc. Na medida que as negociações avancem com o governo, o Sindguardas-SP manterá a categoria informada.

Imagens: Sindguardas-SP e PMSP




 
SINDGUARDAS-SP TRABALHANDO PARA VOCÊ!


Fonte: SINDGUARDAS-SP
Comentários
  • 26/06/2017
    inacio
    qual será de fato a porcentagem de reajuste para os beneficios , passou dia 8 e nada de postarem o resultado das reunioes da SINP .
  • 01/06/2017
    Fernando
    e sobre a contratação de novos GCM , alguma notícia ?

Contador de Visitas

1737751
Visitantes online
Pesquise no site